O Tradutor

11 fevereiro 2009

"(...) A tradução é uma arte esquecida; o tradutor um amanuense mal pago. Nas críticas literárias só é referido se traduzir mal. Em muitas críticas literárias de publicações conceituadas, o seu nome não chega sequer a ser referido. No entanto, é graças ao tradutor que o autor chega ao público.
O tradutor é, por isso, uma personagem invisível. (...)
É maravilhosa a profissão do tradutor. É ao mesmo tempo um leitor privilegiado – porque nenhum leitor escalpeliza tanto um livro como o seu tradutor – e um autor, mas um autor diferente porque recria em vez de criar. (...)
É uma profissão difícil. Requer trabalho, muito trabalho, muita humildade e obriga a uma profunda solidão. O tradutor passa os seus dias com alguém que está ausente, e apenas deixou um texto escrito.
Também por isso o tradutor tende a ser invisível."
Maria do Carmo Figueira Crónica completa aqui Descoberta em Na Companhia dos Livros

8 comentários:

Isabel Maia disse...

Eu também "devoro" com toda a atenção as crónicas da Maria do Carmo Figueira. Como finalista da licenciatura de Tradução e Interpretação que sou, revejo nessas crónicas as dificuldades e problemas que surgem quando desempenhamos a profissão.

Só para Pessoas Cultas disse...

Olá!

Somos um grupo de jovens dos 10 aos 14 anos que participa num clube de leitura.Criámos um blog... dá uma olhadela

Bjs

Ps. vou adicionar-te aos meus links

Isabel Maia disse...

Atribui-lhe um prémio. Passe no meu blog para saber mais detalhes.

Boas leituras :)

flicka disse...

Querida, queriiiidaaaaaaaa!

Tens um arco-iris no meu blog que é para ti, afim de colorir cada vez mais o teu maravilhoso blog!

Tens, desta vez, que cumprir as regras, porque foi te dado com todo o carinho e sinceridade. O teu blog, apesar de ser "bebé", é muito bom! acredite no que te digo!

:)*

Miar à chuva disse...

Deixei no meu blog um pequeno presente. Espero que gostes :-)
Sandra do blog Vidas Desfolhadas

João disse...

Há um prémio lá no "Livros e Leituras" para este blog!

Abraços

Pedro disse...

Sem dúvida, das profissões mais difíceis que há por aí! Quando um tradutor faz um bom trabalho merece ser bem recompensado!

Migalhas disse...

Isabel Maia,
Pois, eu já sou tradutora há uns anitos e identifiquei-me muito mesmo com as crónicas que li. Foram uma excelente descoberta, muito obrigada :)

Só Para Pessoas Cultas,
Já fui espreitar o vosso blog e gostei do que vi, parabéns! Também vos vou adicionar aqui neste cantinho ;)

Isabel, flicka, Miar à Chuva e João,
Muito, muito obrigada por se terem lembrado deste cantinho que ainda está a dar os primeiros passos. Vou já aos vossos blogs agradecer :)
Quanto a cumprir as regras, querida flicka, tu mimas demais esta menina "espírito de contradição" :D

Pedro,
Ai como eu concordo contigo! Mas eu sou suspeita para falar ;D

Enviar um comentário

Blog contents © BiblioMigalhas 2010. Blogger Theme by Nymphont.