As Cores da Minha Vida- Teresa Marques

11 novembro 2009

Editora: Esfera do Caos
Páginas: 136
Categoria: Romance

"Este livro é um relato sofrido, contado na primeira pessoa, da vida de uma mulher portuguesa independente, apaixonada e determinada que atravessa a segunda metade do século xx em luta contra os preconceitos de uma sociedade que asfixiava. É constituído por oito capítulos, cada um identificado por uma cor. São os acontecimentos que marcam o percurso da personagem principal que determinam cada uma das cores - as cores da sua vida. Um país em ditadura, uma gente que vai procurar em África o que aqui não encontrava, uma guerra que deixou feridas, mas também, as lutas estudantis, o 25 de abril, a reforma agrária… Dotada de uma personalidade muito forte, esta mulher é capaz de fazer as suas escolhas pessoais sem se deixar intimidar."

Peguei neste livro sem saber muito bem o que de lá viria... A ideia era ler só um bocadinho para ver como era e se não me agradasse punha de lado. Li-o de uma assentada.

Através do relato das várias fases da vida da narradora, vamos tendo também uma perspectiva dos acontecimentos marcantes dos últimos 30 e tal anos do séc. XX, tanto no nosso país como no mundo. Além de termos uma perspectiva também do que era a vida no Ultramar e do que foi o regresso dos retornados.

Gostei da escrita da autora, clara, sem grandes floreados, mas intimista, de tal forma que me levou a pensar muitas vezes quanto de biográfico teria esta sua obra. É que a dada altura, esquecemo-nos mesmo que não é a autora a falar na 1ª pessoa, mas sim uma personagem...

Um livrinho que se revelou uma boa surpresa e que gostei bastante de ler.

7 comentários:

lands book disse...

parece de facto ser bastante interessante. mais uma "prenda" a adicionar à listinha de natal!
bibliomigalhas, já visitaste o cantinho lands book? gostava muito que o espreitasses.

*;)

B. disse...

ola!

temos selinhos para ti :)

bjinhs

flicka disse...

Querida!!
Adorei ler as tuas respostas num "cantinho bem escondido" ;-) Temos a mesma altura e quase o mesmo peso, somos ambas pequeninas e magrinhas! :D Fiquei um bocado assustada com a palavra "hipermetropia" pois não sabia o que era, claro que fui fazer pesquisa lol... e concordo em relação ao facto de ser demasiado bom manter o anonimato e invisibilidade, pois só desta forma somos mais especiais, não é? ;-)
Jokitas ENORMES! Ahá, e um abraço que está no meu blog, também é para ti, que o mereces!

Lia disse...

Gosto muito da tua opinião sobre os livros e fiquei muito curiosa com este. Beijos

Lígia disse...

Olá, lands book,
Espreitar já tinha espreitado, mas ainda não estava como seguidora... pronto, podes chamar-me cusca, porque andava a espreitar às escondidas :D
Ainda li pouco, mas do que li gostei, por isso, podes contar com uma visita assídua ;)*

B.
Beijinhos, meninas! E muito obrigada pelo carinho. Já lá vou agradecer ao "vivo e a cores" ;)

Flicka ;)
Sabes que não gosto de divulgar muito de mim, oficialmente, mas foi uma boa solução de compromisso, não foi? ;D
Ahhhh... a minha hipermetropia, trazudindo por miúdos, sou pitosga desde os 3 anitos. Uma mistura de miopia e estrabismo ;)
Beijocassssss

Olá, Lia
Muito obrigada pela visita e pelo elogio. Eu adoro livros e mais ainda adoro ter boas surpresas quando abro um livro, foi o caso deste.
Beijinho e boas leituras

lands book disse...

obrigada lígia!

*;)

Anónimo disse...

eu confesso que ando com curiosidade para ler este livro!

e sabes porquê?
porque foi escrito pela minha professora de matematica zD

Enviar um comentário

Blog contents © BiblioMigalhas 2010. Blogger Theme by Nymphont.