Tua Para Sempre, Luanne Rice e Joseph Monninger

06 novembro 2010

Páginas: 168
Categoria: Romance

"Poderá um casamento feliz resistir à mais dura das provas? A história apaixonante de um casal antes e depois do momento que mudou a vida de ambos para sempre.
Sam e Hadley West tentam, cada um à sua maneira, encontrar um novo rumo para a sua vida, depois da trágica perda do filho de ambos, Paul. Para Sam, o futuro passa por encontrar o local onde o filho morreu, numa arriscada jornada em trenó pela árida e bela imensidão do Alasca. Para Hadley, implica mudar-se para uma casa de praia, distante, isolada e coberta de salitre, onde finalmente recomeça a pintar.
A partir daí, em lados opostos do país, os dois começam a trocar cartas repletas de sentimentos e verdades que não conseguiram expressar pessoalmente, enquanto recordam o seu casamento — os momentos mágicos e os mais desafiantes —, redescobrindo as razões por que se apaixonaram. A história de ambos é rica e intensa, entre as memórias de um passado feliz e as emoções profundas que os abalam no presente.
Enquanto Sam arrisca a vida para alcançar o remoto local do acidente, Hadley inicia uma outra viagem, igualmente perigosa, lutando contra o vazio e a dor que sente. E, no local onde tudo se perdeu, eles vão reencontrar-se…
Será o amor que ainda os une capaz de preencher o vazio provocado pela morte do filho ou terão de trilhar caminhos diferentes? Nesta notável colaboração, Luanne Rice e Joseph Monninger criam, através de uma série de cartas íntimas e profundas, um romance extraordinariamente comovente.
Tua para Sempre é uma história dolorosamente real, emotiva e inesquecível."


Após uns quantos tiros mais ou menos "ao lado" em termos de leituras (ver opiniões anteriores), mais uma vez fui surpreendida por um pequeno livrinho que me encantou e comoveu.

Nas poucas páginas deste livro acompanhamos a jornada deste (ex-)casal através das cartas que vão escrevendo um ao outro. E não precisam de escrever muito para sermos imediatamente transportados para junto deles e para vivemos cada momento da caminhada que fazem separados geograficamente, mas unidos nas palavras escritas que partilham um com o outro e que os ajudam a se redescobrirem.

Quando se escreve de coração aberto, não é preciso escrever muito, poucas palavras sinceras bastam para transmitir o que vai na alma e estas duas personagens/autores fazem-no lindamente e de uma forma comovente. Senti-me como se os visse de caneta em punho a debitar o que lhes ia na alma para o papel... Muito bom.

Gosto de histórias contadas através da troca de correspondência... Assim de repente, lembro-me de "A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata" e de "84 Charing Cross Road", duas obras em que a troca de missivas é o meio escolhido para contar histórias que, para mim, se tornaram inesquecíveis. Este livro completa um trio de livros que me fizeram oscilar entre o riso e a comoção e que me marcaram como leitora.

5 comentários:

Guerreiro disse...

Talvez eu devesse experimentar este livro... ;-)

v_crazy_girl disse...

Tenho este livro cá em casa para ler!

Depois desta crítica será sem dúvida um dos próximos livros a ser lido!!

B. disse...

Deve ser muito bom! tenho de ler... Bjnhs

bauny disse...

Desta autora li o 'A minha verdade é o amor' e gostei bastante. Portanto, este é um livro a ler!! Bjs e boas leituras!!

Lígia disse...

"A Minha Verdade É o Amor" é para mim, o melhor dela! Uma história também comovente e inesquecível, muito bem escrita.
Este é escrito a duas mãos e surpreendeu-me muito pela positiva. Vale bem a penas.
Beijinhos e boas leituras a todos :)

Enviar um comentário

Blog contents © BiblioMigalhas 2010. Blogger Theme by Nymphont.