Silver Bay - A Baía do Desejo, Jojo Moyes

15 abril 2009

Editora: Porto Editora
Páginas: 416
Categoria: Romance

"Mike Dormer chega a Silver Bay, uma pacata vila costeira da Austrália, com um único e secreto intuito que abalará por completo a vida dos seus habitantes. Mas Silver Bay reserva-lhe um destino diferente. Liza McCullen e a sua filha Hannah, de dez anos, residem no familiar Hotel Silver Bay - tão excêntrico como a sua proprietária Kathleen - onde Mike se hospeda. As suas personalidades enigmáticas exercerão um fascínio inexplicável sobre o pragmático executivo londrino, que se deixará envolver irremediavelmente pelos membros da pequena comunidade de Silver Bay e pela magia que descobre no seu modo de vida. Em pouco tempo, Mike sentir-se-á divido entre a culpa e o desejo, a responsabilidade... e a paixão inesperada. Paralelamente, a vida de Liza sofrerá uma reviravolta inevitável. Prisioneiros de uma perigosa teia de segredos e mentiras, estarão eles preparados para enfrentar os acontecimentos que se avizinham?"

Parti para a leitura deste livro sem grandes expectativas: não conhecia a autora, mas a sinopse (e a capa, confesso), chamaram-me a atenção. No entanto, este livro revelou-se uma das melhores leituras dos últimos tempos: devorei as suas 416 páginas num instante, principalmente do meio para o fim, pois queria atar as pontas soltas e, apesar do fim ir sendo mais ou menos previsível, há sempre algumas surpresas (e mais não digo...)

Gostei da forma está escrito: em cada capítulo "vemos" as coisas sob a perspectiva de uma personagem diferente, geralmente alternando-se os capítulos entre as personagens principais. Assim, acompanhamos as diversas situações, passadas e presentes, através da visão de personagens de idades e vivências muito variadas e compreendemos melhor a sua evolução ao longo da história. Mas, mesmo assim, nem tudo se torna imediatamente claro e vão sendo deixadas algumas dicas e pontas soltas, que sugerem a existência de um mistério que envolve Hannah e Liza, o que me levou a criar diferentes cenários, enquanto ia avançando de capítulo em capítulo.

Gostei do facto das personagens não serem muito perfeitinhas e infalíveis, enriquecendo a história com os seus defeitos, erros e posteriores redenções (ou não). Adorei a relação ternurenta (e rabugenta) de Nino e Kathleen, a velha senhora dos tubarões, que me conseguiu arrancar sorrisos várias vezes. Gostei também da evolução e do gradual baixar de defesas e abertura de Mike e Liza, sempre com a "mãozinha" de Hannah, uma miúda muito perspicaz e inteligente.

Mais ainda, gostei da paisagem e do ambiente que rodeiam a história: o mar, a preocupação com a fauna marinha, golfinhos, baleias... Que boas seriam umas férias em Silver Bay, no hotel de Kathleen :)

Com uma escrita que mistura muito bem o romance com algum mistério, Jojo Moyes, fez-me rir e sorrir em várias passagens e ficar completamente envolvida na acção noutras, alheando-me do mundo e deixando-me envolver pelo universo e personagens por ela criados.

Eis uma autora que gostei muito de descobrir e espero que continue a ser editada por cá.

"Se olharmos para o mar tempo suficiente, para os seus estados de espírito e furores, para as suas belezas e os seus terrores, teremos todas as histórias que quisermos - de amor, de perigo, e sobre aquilo que a vida deixa nas nossas redes. E percebemos que, às vezes, não é a nossa mão que controla o leme e não podemos fazer nada se não acreditarmos que tudo acabará por correr bem." p. 413

3 comentários:

Paula disse...

Estava tentada a comprar este livro, agora acho que o vou comprar mesmo ;)

Migalhas disse...

Eu gostei imenso e recomendo ;)

livrólico disse...

Gostava muito de ler este livrinho... pois adoro a fauna marinha, golfinhos, baleias...
Será que...? :x
Estou tramado, não consigo resistir... que faço?!

Enviar um comentário

Blog contents © BiblioMigalhas 2010. Blogger Theme by Nymphont.